Zona Sul de Porto Velho conta com Unisp

governador unispO conceito de segurança pública que tem no trabalho conjunto a sua força chegou à zona sul de Porto Velho, nesta quarta-feira (22), com a inauguração da Unidade Integrada de Segurança (Unisp). As instalações e equipamentos modernos passam a integrar a região, onde moram cerca de 80 mil pessoas. Além do governador Confucio Moura, participaram do evento o Secretário da Sesdec coronel BM Caetano, o comandante geral da PM coronel Ênedy, diretor geral da Polícia Civil, delegado Elizeu Muller, comandante do corpo de Bombeiros, coronel BM Rodrigues e demais autoridades convidadas.

O prédio moderno e amplo abriga estruturas das polícias Civil e Militar, além do Corpo de Bombeiros Militar na rua Três e Meio com rua Açaí, bairro Areal da Floresta. Quando necessitar de um atendimento específico deste segmento, o morador dos bairros da zona sul vai encontrar tudo no mesmo espaço.

A Unisp conquistou o representante das associações de moradores da área, Tiago Gonçalves de Moraes. “Agora nós temos polícia e segurança”, disse ele, enquanto era aplaudido por outras lideranças.

Tiago também manifestou que os moradores estão felizes porque participam das discussões a respeito da segurança pública na zona sul. “Somos ouvido, podemos opinar”, completou.

ESTRUTURA

A Unisp da zona sul tem, além das instalações comuns à delegacias, gabinetes específicos para delegados e oficiais da PM e Corpo de Bombeiros, sala de audiências, sala de reconhecimento, sala reservada para vítimas, alojamentos, custódia provisória, grupo gerador e poço artesiano exclusivo.

A construção, mobiliário e aparelhos refrigeradores de ar custaram R$ 4,1 milhão, dinheiro do BNDES que vem para o estado através do Pidise (Programa Integrado de Inclusão Socioeconomica).

INTEGRAÇÃO

O governador Confúcio Moura é defensor da segurança pública feita com ideias inovadoras para superar as carências de recursos que afetam todos os estados do país. Ele diz que há cobrança por mais policiais nas ruas, mas não é possível contratar mais.

Confúcio disse que entregará mais de 15 Unisps no estado

A saída, disse governador durante a inauguração, é unir as forças de segurança pública e investir em tecnologia e inteligência.

Este formato combina com as Unisps. Policias Civil, Militar e Corpo de Bombeiros atuando integrados com suporte da tecnologia e serviço de inteligência.

DIGNIDADE

Outras 17 devem ser entregues em todo o estado. Segundo o governador, a partir daí iniciam as reformas nas delegacias de pequenas cidades que não foram contempladas com as unidades integradoras.

“As Unisps dão dignidade aos servidores. Eles podem receber o cidadão com mais conforto. Isto acaba com o constrangimento de atender num local ruim”, afirmou Confúcio.

Responsável pela organização das obras com o técnicos do Pidise, o secretario George Braga, do Planejamento, Orçamento e Gestão, disse que o futuro mostrará o que a união de forças na segurança pública é capaz de produzir. “Este é apenas o embrião deste processo”, argumentou.

“Embrionário, mas é a solução”, complementou o coronel Lioberto Caetano, secretário de Segurança, Defesa e Cidadania. Após agradecer pela ação dos técnicos do Pidise, que tornaram a obra viável, Caetano disse que é nos bairros que ocorrem os problemas. E acrescentou: “as Unisps aproximam o estado do foco das questões sociais e propõem soluções”.

Também comemorou a inauguração da Unisp o deputado Jean Oliveira. Morador da zona sul, ele avaliou que fazer uma obra daquele porte demanda coragem e seu valor será compreendido com o passar do tempo. “Este é um exemplo que damos ao Brasil”, afirmou.

Fonte
Texto: Nonato Cruz - Fotos: Bruno Corsino 

Jornalista Lenilson Guedes

Secom - Governo de Rondônia