Companhia de Operações Especiais tem novo Comandante

 

passagem coe enedyTropa especializada da Polícia Militar do Estado de Rondônia, a COE – Companhia de Operações Especiais realizou cerimônia de passagem de Comando na tarde de quarta-feira, 14 de março de 2017, em sua sede, na Avenida Jatuarana, em Porto Velho. O comandante geral da Polícia Militar, coronel PM Ênedy Araújo, presidiu a solenidade em que o tenente coronel PM Fábio Alexandre Santos França, passou as funções, ao capitão PM Agleydson Rodrigues Cavalcante.

O comandante geral da PM, coronel Ênedy Araújo assinou portaria em que designa a COE como estabelecimento de ensino para a realização do 3º Curso de Operações de Choque a ser realizado de 24 de abril a 27 de junho de 2017. Curso que foi planejado no comando do tenente coronel PM Alexandre e tem o objetivo de  aperfeiçoar e qualificar a tropa.passagem coe1

Agradeceu o “trabalho brilhante, do oficial PM que sempre cumpriu suas missões com louvor e da melhor forma possível”. Ele destacou o entusiasmo e a dedicação dos policiais militares da Companhia que têm desempenhado o trabalho de uma Companhia de Operações Especiais dentro do padrão exigido por uma tropa especializada.

Depois de quase três anos a frente da Companhia, o tenente coronel PM Alexandre, que deixou as funções de comandante da Unidade, agradeceu aos policiais militares que compõe a COE, pois todos se doam com um trabalho e dedicação para corresponder as missões emanadas do comando da Corporação. Sempre pautada na disciplina e capacidade operacional, sendo uma tropa que tem uma identidade específica valorizada pelas frações que  a  compõe.

Segundo o tenente coronel PM Alexandre a COE é uma Unidade mista com empregos diversos, mas cada um operando naquilo que se especializou e isto talvez seja o maior legado que ela possui. A tropa do canil, choque, patrulhamento tático móvel e Gate, cada um operando com quaisquer missões dadas pelo comando da corporação.  Foi-se o tempo em que um policial da COE fazia tudo, assegurou ele.  Hoje, temos cada fração especializado e  esta identidade é um prenuncio do futuro, pois as corporações maiores tem seu Batalhão de operações especiais e outro de choque e a unidade especializada do canil.

Temos que ser futuristas, pensar na frente, temos que pensar naqueles que virão. Hoje nossa Unidade tem a capacidade plena de um Batalhão. Somos uma parcela da corporação que representa o último ratio do comando da corporação. Aonde o policiamento convencional não tem a capacidade para cumprir as determinações, a COE a tem.

passagem coe alexandre

Subcomandante coronel PM Clairton entrega placa de homenagem ao tenente coronel PM Alexandre

Esta capacidade operacional se dar na eficiência do trinômio pautado em treinamento continuado, homem qualificado e equipamento apropriado e tendo isso,  quaisquer missões serão cumpridas. Precisamos sempre voltar nossos pensamentos para o futuro, pois amanhã outros virão e encontraram o legado e contribuição para que outros possam sobreviver continuar trabalho por esses esforços. “Deixo o comando da Companhia com o sentimento do dever cumprido”.

Novo Comandante

Capitão PM Agleydson Rodrigues Cavalcante, é bacharel em direto pela Faculdde Cruzeiro do Sul, em São Paulo, possui o Curso de Ciências Policiais de Segurança e Ordem Públicoa ( formação de oficiais) na Academia do Barro Branco, Polícia Militar de São Paulo, pós-graduado em Segurança Pública e Direitos Humanos, pela Unir, em Rondônia.

O oficial tem cursos de Tiro Defensivo, método Giraldi, Ações Táticas Especiais, Técnico Explosivista Policial.  Atuou como instrutor efetivo da Diretoria de Ensino ministrando as disciplinas de Tiro Defensivo na Preservação da Vida, Polícia Ostensiva, Gerenciamento de Crise, Abordagem policial, Técnica e Tática Policial, dentre outras. Possui as medalhas Jorge Teixeira de Oliveira, Mérito de Ensino PMRO, Forte do Príncipe da Beira, Medalha Batalhão Suez e Medalha do diretório Acadêmico da PMBB.

Fotos soldado PM Edleusa

Jornalista Lenilson Guedes