stpm

Policiais militares do 1º BPM concluem curso de Instrução de Nivelamento de Conhecimento

A aplicabilidade de estratégia organizacional que proporciona uma parceria entre a população e a polícia, baseada na premissa de que tanto a polícia quanto a comunidade devem trabalhar juntas para identificar, priorizar e garantir maior aproximação foi a filosofia desenvolvida pela Polícia Militar de Rondônia, mais especificamente para 24 policiais militares do 1º Batalhão de Polícia Militar – BPM- que participaram do curso de Instrução de Nivelamento de Conhecimento (INC) direcionando as atenções para a Polícia Comunitária.

WhatsApp Image 2019-02-11 at 12.33.12

O curso teve a duração de uma semana, e encerrou-se na manhã de segunda-feira, 11, momento em que foi realizada a entrega de certificados. A cerimônia de encerramento do curso aconteceu no auditório da Eletrobras, com a presença do Secretário de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania, Coronel PM José Hélio Cysneiros Pachá, do comandante geral da PM, coronel Mauro Ronaldo Flores Corrêa, do subcomandante, coronel PM Rildo José Flores, do comandante do 1º BPM major PM Carlos Alberto Gomes.

Coordenado pelo tenente PM Yally Azevedo, o curso INC traz à tona um trabalho de polícia comunitária que vivencia muito mais, pois as ações dos policiais militares são galgadas na amizade, na confiança mútua e na parceria com o cidadão em benefício da própria comunidade.

“O conhecimento todos têm, ou seja, todos os policiais militares têm uma base e sempre devemos estar atualizados e com maior conhecimento e respeito que vão ao encontro dos anseios da sociedade”, enfatiza o tenente.

O comandante do 1º BPM deixou claro que o curso de Instrução de Nivelamento de Conhecimento garante, ainda mais, uma segurança pública de qualidade trazendo uma estratégia organizacional que proporciona uma parceria entre a população e a polícia.

O comandante geral da PM, coronel Mauro Ronaldo Flores Corrêa, destacou como extremamente importantes as atividades desenvolvidas durante o curso que visa garantir uma polícia mais próxima da sociedade, com características firme, forte e perseverante. O foco maior é de enriquecer o papel da polícia comunitária e, consequentemente, segundo argumentou o comandante, fazer com que cada vez mais a PM seja acolhida pela sociedade.

O secretário da Sesdec, coronel PM José Hélio Cysneiros Pachá, também compartilha do mesmo pensamento quando se trata de aproximar ainda mais a PM da sociedade. Para ele, a parceria e a cooperação entre a polícia e a comunidade potencializam os efeitos positivos.

O principal conceito que se tem da polícia comunitária é a sua possibilidade de fazer uma aproximação entre os profissionais que trabalham na segurança pública e os moradores da comunidade onde eles atuam.

WhatsApp Image 2019-02-11 at 12.33.11

WhatsApp Image 2019-02-11 at 12.33.11 3

WhatsApp Image 2019-02-11 at 12.33.08 1

WhatsApp Image 2019-02-11 at 12.33.10

 

Jornalista Paulo Ricardo Leal

Foto: cabo Edileusa - apoio Sd Edixon