stpm

Desfile de 7 de Setembro destacou um pouco da história de cada Unidade da Polícia Militar de Rondônia

Desfile-de-7-de-setembro 07.09.19 Foto Daiane-Mendonça-132

O desfile militar em comemoração à Independência do Brasil foi marcado por grandes exemplos de patriotismo pelas milhares de pessoas que compareceram ao evento realizado no último sábado, 7. A Polícia Militar do Estado de Rondônia novamente levantou todos das arquibancadas com um desfile que entrará para a história da Corporação. O comandante-geral da PM, coronel PM Mauro Ronaldo Flôres Corrêa, fez questão de comandar a tropa durante todo o percurso, dando exemplo de respeito e liderança, refletindo positivamente entre os policiais militares. Vejam um pouco do histórico de cada Unidade Operacional que desfilou no 7 de Setembro, em Porto Velho.

BANDA DE MÚSICA DA POLÍCIA MILITAR

ATRAVÉS DO DECRETO N° 19 DO DIA 13 DE SETEMBRO 1944, PELO GOVERNADOR ALUÍZIO FERREIRA, HÁ 73 ANOS, A BANDA DE MÚSICA DA POLÍCIA MILITAR DE RONDÔNIA, ORIGINALMENTE PELO NOME DE BANDA DE MÚSICA DA GUARDA TERRITORIAL, FOI CRIADA COM O OBJETIVO DE ABRILHANTAR AS FORMATURAS DA CORPORAÇÃO (GT), E NESTA OPORTUNIDADE TAMBÉM FEZ APRESENTAÇÕES DE MÚSICAS POPULARES DA ÉPOCA (MARCHINHAS), TORNANDO-SE CONHECIDA COMO “A FURIOSA” PELAS APRESENTAÇÕES MUSICAIS REALIZADAS NA PRAÇA ALUÍZIO FERREIRA NO DECORRER DOS ANOS.

POR MEIO DO DECRETO N° 864 DE 9 DE SETEMBRO DE 1977, A GUARDA TERRITORIAL FOI EXTINTA, SENDO ENTÃO INCORPORADA À POLÍCIA MILITAR TODO O SEU ACERVO PATRIMONIAL E RECURSOS HUMANOS, INCLUINDO OORGANISMO MUSICAL, QUE PROSSEGUIU COM O SEU PAPEL DE CULTURA MUSICAL.

1º BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR

A POLÍCIA MILITAR DE RONDÔNIA PASSOU A EXISTIR EM 02 DE JULHO DE 1976, COM UMA ESTRUTURA PROVISÓRIA, ESPERANDO SUA REGULAMENTAÇÃO. O EFETIVO DA GUARDA TERRITORIAL FOI PASSADO À PMRO NA SITUAÇÃO DE ADIDO, ATÉ A REALIZAÇÃO DO PROCESSO SELETIVO, PARA DEFINIR AQUELES QUE PODERIAM INGRESSAR NOS QUADROS DA NOVA CORPORAÇÃO, QUANDO FOSSE REGULAMENTADA (GRAVI; ASCENÇO, 2012).

EM RAZÃO DISSO, FOI CRIADA A COMPANHIA DE POLICIA MILITAR, ATRAVÉS DO B.I. N° 004 DE 02 DE JULHO DE 1976, TENDO COMO SEU COMANDANTE, O 2° TEN PM SARKIS (ÚLTIMO COMANDANTE DA GUARDA TERRITORIAL). EM 12 DE JANEIRO 1977 NO COMANDO DO 2° TEN PM SÉRGIO ZIMMERMAM, PASSOU A SER DENOMINADA 1ª COMPANHIA DE POLÍCIA MILITAR, OCUPOU AS MESMAS INSTALAÇÕES DO QUARTEL DA GUARDA TERRITORIAL, TEVE COMO RESPONSABILIDADE TERRITORIAL O POLICIAMENTO DA CAPITAL E INTERIOR DO TERRITÓRIO FEDERAL DE RONDÔNIA. SITUAÇÃO QUE SE ESTENDEU ATÉ A ATIVAÇÃO DA 2ª CIA PM (GRAVI; ASCENÇO, 2012).

COM O EFETIVO DA 1ª CIA PM, EM 19 DE JANEIRO 1983, FOI ATIVADO O 1° BATALHÃO DE POLICIA MILITAR, CRIADO PELO DECRETO N° 717, DE 07 DE DEZEMBRO DE 1982, COM ATRIBUIÇÕES SOBRE TODO O TERRITÓRIO DO ESTADO DE RONDÔNIA; SEU PRIMEIRO COMANDANTE FOI O CAP PM JOÃO MARIA SOBRAL DE CARVALHO. APESAR DO 1° BPM OCUPAR OUTRAS INSTALAÇÕES NAS DÉCADAS DE 1980 E 1990 NA ATUALIDADE OCUPA O MESMO PRÉDIO HISTÓRICO PERTENCENTE A EXTINTA GUARDA TERRITORIAL NA RUA MAJOR AMARANTES, N° 571, BAIRRO ARIGOLÂNDIA.

A DENOMINAÇÃO HISTÓRICA FOI INSTITUÍDA EM 19 DE FEVEREIRO DE 1993, SOB O COMANDO DO CEL PM ROBERTO FRANCO DA SILVA, EM HOMENAGEM AO MARECHAL CÂNDIDO MARIANO RONDON, MILITAR, DESCENDENTE DE ÍNDIOS, SERTANISTA E GEÓGRAFO.

A PORTARIA N° 331/SSLEG/PM/96 ASSINADO PELO COMANDANTE GERAL DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE RONDÔNIA, O CEL PM CLÁUDIO PEREIRA RAMOS FILHO, CRIOU O BRASÃO DO 1º BPM, ONDE É HOMENAGEADO NOVAMENTE O MARECHAL CÂNDIDO RONDON (CECOMS, 2005).

DURANTE SUA EXISTÊNCIA VEM CONTRIBUINDO COM A PROPAGAÇÃO DA CULTURA MUSICAL NA SOCIEDADE RONDONIENSE COM SUAS ATIVIDADES MUSICAIS DE DIVERSAS FORMAS, COMO: APRESENTAÇÕES MUSICAIS; INSTRUÇÃO DE MÚSICA PARA CRIANÇAS ATRAVÉS DO PROJETO DÓ RÉ MILITAR; PARTICIPANDO EM SOLENIDADES CÍVICAS EM TODAS AS ESFERAS GOVERNAMENTAIS;

PARTICIPOU DO ANIVERSÁRIO DA REPÚBLICA BOLIVIANA E DA CERIMÔNIA DE DERRUBADA DA ULTIMA ÁRVORE DA BR-364, NO MUNICÍPIO DE VILHENA, ONDE O PRESIDENTE JUSCELINO KUBITSCHEK ESTEVE PRESENTE, SOLENIDADES CÍVICAS NAS DIVERSAS PREFEITURAS MUNICIPAIS DO ESTADO DE RONDÔNIA; ÓRGÃOS DO GOVERNO ESTADUAL, ESCOLAS MUNICIPAIS E ESTADUAIS EM PORTO VELHO, UNIR – UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA; ORGANIZAÇÕES FEDERAIS DE TODOS OS TIPOS.

RECENTEMENTE FOI DECLARADA COMO PATRIMÔNIO CULTURAL IMATERIAL DO ESTADO DE RONDÔNIA PELA LEIN° 4.293 DE 5 DE JUNHO DE 2018, SENDO INTEGRANTE AO PATRIMÔNIO CULTURAL DO ESTADO DE RONDÔNIA EM SEU ARTIGO 1°.

AS CANÇÕES QUE TOCAM E AS PALAVRAS QUE AS ACOMPANHAM PODEM PARECER MUITO AFASTADAS DO

HEROÍSMO OU DA DEVOÇÃO, MAS O SEU PODER MÁGICO E ESTIMULANTE PODE LEVAR A ALMA DOS HOMENS A COMPREENDER CERTAS VERDADES DE QUE SUAS MENTES DUVIDARIAM. MAIS DO QUE ISTO, NINGUÉM PODE DIZER AO CERTO ONDE VIVE A ALMA DO BATALHÃO, MAS A EXPRESSÃO DESSA ALMA É, NA MAIORIA DAS VEZES ENCONTRADA NA BANDA.

5º BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR

GUIADO PELO TRINÔMIO "SEGURANÇA, PROFISSIONALISMO E EFICIÊNCIA", O 5º BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE RONDÔNIA, FOI CRIADO NO DIA 14 DE OUTUBRO DE 1993. É COMANDADO PELO MAJOR PM GLAUBER ILTON DE SOUSA SOUTO.

O 5º BPM INICIALMENTE FOI INSTALADO EM UMA EDIFICAÇÃO NA BR 364, ONDE PERMANECEU ATÉ O ANO DE 2017. ATUALMENTE O 5º BPM ESTÁ INSTALADO NA UNISP LESTE, SITUADA NA AVENIDA AMAZONAS COM JOSÉ AMADOR DOS REIS, BAIRRO ESCOLA DE POLÍCIA.

A ÁREA DE ATUAÇÃO DO 5º BPM, É DIVIDA EM 08 SETORES E 27 BAIRROS, BEM COMO ATENDE AS SEGUINTES LOCALIDADES: CANDEIAS, TRIUNFO E ITAPUÃ D' OESTE.

PARA O ATENDENDO À POPULAÇÃO DA ZONA LESTE, O 5º BPM CONTA COM AS SEGUINTE MODALIDADES DE POLICIAMENTO: RADIOPATRULHAMENTO; FORÇA TÁTICA; PATRULHA RURAL; PATRULHA ESCOLAR; PATRULHA MARIA DA PENHA.

ALÉM DO POLICIAMENTO ORDINÁRIO O BATALHÃO BELMONT, CONTA PROJETOS SOCIAIS DESENVOLVIDOS EM TODA ÁREA DA ZONA LESTE: PROJETO PM NA ESCOLA; PALESTRAS NAS UNIDADES DE ENSINO; ESCOLINHA DE FUTEBOL; ESCOLINHA DE JIU JITSU; POLÍCIA MIRIM; ESTÁ EM FASE DE DESENVOLVIMENTO A CRIAÇÃO DA POLÍCIA MIRIM NO RESIDENCIAL ORGULHO DO MADEIRA E NO MUNICÍPIO DE CANDEIAS DO JAMARI PARA ATENDER AS CRIANÇAS DA LOCALIDADE. O 5º BPM COMPLETARÁ ESTE ANO 26 ANOS DE EXISTÊNCIA E DE BONS SERVIÇOS PRESTADOS A POPULAÇÃO DE PORTO VELHO, ELEVANDO O ORGULHO EM SER CONHECIDO COMO GUARDIÃO DA ZONA LESTE.

9º BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR

O 9ª BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR FOI CRIADO PELO DECRETO 22.954 DE 28 DE JUNHO DE 2018, EM VIRTUDE DO CRESCIMENTO POPULACIONAL DE 77% ENTRE OS ANOS DE 1993 E 2017 E COMEÇOU A FUNCIONAR DIA 20 DE JULHO DE 2018 EM PORTO VELHO COM SEDE NA UNISP-SUL, SENDO DESIGNADO PARA O COMANDO DA UNIDADE O MAJOR PM AMORIM. COM EFETIVO FORMADO POR POLICIAIS MILITARES ORIUNDOS DO 1º BPM, 5º BPM, 6º BPM E DA EXTINTA COMPANHIA INDEPENDENTE DE POLÍCIA DE GUARDA, QUE ATUAM NAS MODALIDADES DE POLICIAMENTO DE RÁDIO PATRULHA, PATRULHA ESCOLAR, PATRULHA MARIA DA PENHA E FORÇA TÁTICA, O 9º BPM FICOU RESPONSÁVEL PELO POLICIAMENTO OSTENSIVO NA ZONA SUL DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO, QUE POSSUI CERCA DE 150 MIL HABITANTES E PELO POLICIAMENTO OSTENSIVO NOS DISTRITOS DE JACI-PARANÁ, UNIÃO BANDEIRANTES, NOVA MUTUM, ABUNÃ, VISTA ALEGRE DO ABUNÃ, FORTALEZA DO ABUNÃ, EXTREMA, NOVA CALIFÓRNIA E RIO PARDO, QUE REPRESENTAM, APROXIMADAMENTE, 18000 KM² DA ÁREA TERRITORIAL DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO E TOTALIZAM CERCA DE 49000 HABITANTES.

O NOME DA NOVA UNIDADE FOI UMA HOMENAGEM AO 2º SARGENTO PM SILVÉRIO ALVES FEITOSA, QUE TEVE SUA VIDA CEIFADA EM 10 DE SETEMBRO DE 2012 POR CRIMINOSOS DE UMA DAS QUADRILHAS DO NOVO CANGAÇO.

WhatsApp Image 2019-09-08 at 10.45.42 1

FATO QUE GEROU UMA CICATRIZ PERMANENTE NA HISTÓRIA DA POLICIA MILITAR DE RONDÔNIA E O COMPROMISSO DE CADA VEZ MAIS EVOLUIR NO COMBATE À CRIMINALIDADE. COM O INTUITO DE EMPREGAR OS CONCEITOS DE POLÍCIA COMUNITÁRIA E PROXIMIDADE SOCIAL, O COMANDANTE DA UNIDADE ESTÁ EMPENHADO NA FINALIZAÇÃO DAS OBRAS DA NOVA SEDE LOCALIZADA NA RUA ALGODOEIRO, BAIRRO COHAB, UM GRANDE DESAFIO, PORÉM DIGNO DE OFICIAIS E PRAÇAS EMPENHADOS E AUDAZES, QUE NÃO SE DOBRAM FRENTE A GRANDES DESAFIOS.

BATALHÃO DE POLÍCIA DE CHOQUE

APÓS 7 ANOS DE CRIAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE RONDÔNIA, HOUVE-SE A NECESSIDADE DE CRIAR UMA UNIDADE ESPECIALIZADA, COM ARMAMENTO, TREINAMENTO E TÉCNICAS DIFERENCIADAS PARA OPERAR EM MISSÕES DE ALTA COMPLEXIDADE.

SURGIA ASSIM, NA TARDE DO DIA 7 DE DEZEMBRO DE 1982, POR MEIO DO DECRETO Nº 717 DO ENTÃO GOVERNADOR JORGE TEIXEIRA DE OLIVEIRA, A COMPANHIA DE POLÍCIA DE CHOQUE.

ESTA DESIGNAÇÃO PERMANECEU ATÉ 26 DE ABRIL DE 1985, QUANDO O ENTÃO GOVERNADOR ÂNGELO ANGELIM, EXTINGUIU A COMPANHIA E CRIOU, NA MESMA OCASIÃO, O PELOTÃO DE CHOQUE, PORÉM COM O EFETIVO BEM REDUZIDO DE APENAS 33 (TRINTA E TRÊS) POLICIAIS MILITARES. JÁ NO GOVERNO DE JERÔNIMO GARCIA DE SANTANA, HOUVE UM GRANDE CRESCIMENTO POPULACIONAL IMPULSIONADO PELAS ATIVIDADES DE EXTRAÇÃO DE MINÉRIOS, FATO ESTE QUE EXIGIU A ELEVAÇÃO NO NÍVEL OPERACIONAL DA TROPA PARA FAZER FRENTE ÀS ADVERSIDADES NAS ATIVIDADES DE SEGURANÇA PÚBLICA, PARA TANTO, O ESTADO EXTINGUIU O PELOTÃO DE CHOQUE E CRIOU A COMPANHIA DE OPERAÇÕES ESPECIAIS – COE, COM O INTUITO DE INCLUIR A ATIVIDADE DE OPERAÇÕES ESPECIAIS ALÉM DAS OPERAÇÕES DE CHOQUE, CONFORME O DECRETO N° 3.261 DE 14/04/1987.

WhatsApp Image 2019-09-08 at 10.32.33

ALGUNS ANOS DEPOIS A TROPA DE ELITE DA PMRO RECEBERIA NOVA DENOMINAÇÃO: COMPANHIA DE CONTROLE DE DISTÚRBIOS – CCD, CONFORME DECRETO 7.633 DE 07/12/1996. COM O PASSAR DOS ANOS E A EVOLUÇÃO DA ATIVIDADE CRIMINOSA EM RONDÔNIA HOUVE NECESSIDADE DE AMPLIAR O CAMPO DE ATUAÇÃO DA TROPA OPERACIONAL ESPECIAL, SEGUINDO UMA TENDÊNCIA NACIONAL, CONFIGURADA COMO A ULTIMA RATIO.

PARA TANTO, FOI RESGATADO O NOME COE. A DENOMINAÇÃO COE FOI RESGATADA EM 15 DE OUTUBRO DE 2002. A ATUAL COMPANHIA DE OPERAÇÕES ESPECIAIS É O ÓRGÃO RESPONSÁVEL PELA EXECUÇÃO DAS ATIVIDADES OPERACIONAIS DE MISSÕES ESPECIAIS DA POLÍCIA MILITAR, COMPREENDENDO O POLICIAMENTO DE CHOQUE, POLICIAMENTO COM CÃES, OPERAÇÕES ESPECIAIS E PATRULHAMENTO TÁTICO.

O BATALHÃO DE POLÍCIA DE CHOQUE – BPCHOQUE, É UMA UNIDADE “SUI GENERIS”, ONDE SUA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL REQUER ATENÇÃO DIFERENCIADA EM VIRTUDE DE SUA MISSÃO E EM ESPECIAL AQUELAS ATÉ ENTÃO REALIZADAS PELA COMPANHIA DE OPERAÇÕES ESPECIAIS/CHOQUE.

CONSTITUEM MISSÕES POLICIAS ESPECIAIS TODAS AS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS POR POLICIAIS MILITARES, COM QUALIFICAÇÃO AVANÇADA ADQUIRIDA ATRAVÉS DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO OU CAPACITAÇÃO EM CHOQUE, PATAMO, OPERAÇÕES COM CÃES E PATRULHAMENTO TÁTICO COM MOTOCICLETAS.

NESSE CONTEXTO ENCONTRAM-SE RELACIONADAS TODAS AS OCORRÊNCIAS DE COMBATE AO CRIME ORGANIZADO E A GRUPOS CRIMINOSOS ARMADOS LIGADOS AOS MOVIMENTOS DE LUTA PELA TERRA, TANTO EM AMBIENTES URBANOS COMO RURAIS, SITUAÇÕES DE MOTINS EM ESTABELECIMENTOS PRISIONAIS, CONTROLE DE DISTÚRBIOS, SEGURANÇA DE AUTORIDADES, ESCOLTA DE PRESOS DE ALTA PERICULOSIDADE, CUMPRIMENTO DE MANDADOS JUDICIAIS E OUTRAS DE CARÁTER EXCEPCIONAL.

O BATALHÃO DE POLÍCIA DE CHOQUE DA PMRO, FOI CRIADO ATRAVÉS DO DECRETO Nº 22.957 DE 28 DE JUNHO DE 2018, TENDO COMO SEU PRIMEIRO COMANDANTE O MAJOR PM BRAGUIN. ATUALMENTE O COMANDANTE DO BPCHOQUE É O MAJOR PM ARIVABENE.

BATALHÃO DE POLÍCIA AMBIENTAL

O POLICIAMENTO FLORESTAL DA PMRO FOI CRIADO ATRAVÉS DO CONVÊNIO Nº 164/PGE/84, FIRMADO ENTRE IBDF - INSTITUTO BRASILEIRO DO DESENVOLVIMENTO FLORESTAL E O GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA, COM A INTERFERÊNCIA DA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE RONDÔNIA, ÓRGÃO ENCARREGADO DE SUA EXECUÇÃO.

CONFORME CONSTITUIÇÃO DO ESTADO DE RONDÔNIA NO PARÁGRAFO ÚNICO DO ARTIGO 2019, ESTABELECE " À POLÍCIA FLORESTAL, SUBORDINADA À POLÍCIA MILITAR DO ESTADO, INCUMBIR-SE-ÃO AS AÇÕES DE PLANEJAMENTO, DIREÇÃO E EXECUÇÃO DO POLICIAMENTO FLORESTAL".

POSTERIORMENTE, COM A NECESSIDADE DE ABRANGÊNCIA DAS ATIVIDADES E MAIOR ESPECIALIZAÇÃO NA QUESTÃO AMBIENTAL, EM 25 DE DEZEMBRO DE 1997, FOI ELEVADO À CONDIÇÃO DE BATALHÃO DE POLÍCIA AMBIENTAL.

O BPA ATUA EM AÇÕES INTEGRADAS COM DIVERSOS ÓRGÃOS, IBAMA, FUNAI, ICMBIO, SEDAM, EB, MB, A FIM DE COIBIR OS ILÍCITOS AMBIENTAIS, CONTA AINDA COM UMA SEÇÃO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL QUE SÓ NO PRIMEIRO SEMESTRE DO ANO ATENDEU MAIS DE 12 MIL PESSOAS EM ATIVIDADES DE PREVENÇÃO E CONSCIENTIZAÇÃO AMBIENTAL. ATUALMENTE O BPA, COMANDADO PELO MAJ PM WASHINGTON, TEM SEDE EM CANDEIAS DO JAMARI E POSSUI SUBUNIDADES EM JACY-PARANÁ, GUAJARÁ MIRIM, MACHADINHO DO OESTE, JI-PARANÁ, ALTA FLORESTA E VILHENA, CONTANDO COM EFETIVO DE 200 POLICIAIS MILITARES, COM ATRIBUIÇÕES DE EXECUTAR O POLICIAMENTO AMBIENTAL EM TODO O ESTADO DE RONDÔNIA.

BATALHÃO DE OPERAÇÕES ESPECIAIS – BOPE

O BATALHÃO DE OPERAÇÕES ESPECIAIS - BOPE DA POLÍCIA MILITAR TEVE SUA GÊNESE NACOMPANHIA DE OPERAÇÕES ESPECIAIS - COE. A COMPANHIA EM TELA FOI CRIADA SETE ANOS APÓS ACRIAÇÃO DA PMRO, NA TARDE DO DIA 07 DE DEZEMBRO DE 1982, DANDO INÍCIO AS ATIVIDADES DEOPERAÇÕES ESPECIAIS DO ESTADO DE RONDÔNIA.

SEGUINDO A EXPANSÃO TERRITORIAL DO ESTADO E AS DEMANDAS DE SEGURANÇA PÚBLICA, O BATALHÃODE OPERAÇÕES ESPECIAIS FOI CRIADO NO ANO DE 2018, POR MEIO DO DECRETO Nº 22.956, FICANDO ACARGO DESTA ORGANIZAÇÃO POLICIAL MILITAR O ATENDIMENTO DE TODAS AS OCORRÊNCIAS DE ALTACOMPLEXIDADE EM TODO ESTADO DE RONDÔNIA.

WhatsApp Image 2019-09-08 at 10.45.44 copy

ATUA, PORTANTO NAS OCORRÊNCIAS DE EXTORSÃOMEDIANTE SEQUESTRO, REBELIÕES, OCORRÊNCIAS COM SUICIDAS, ROUBO À BANCO E OCORRÊNCIA COMBOMBAS E EXPLOSIVOS. EM SEU QUADRO DE ESPECIALISTAS, O BOPE POSSUI UMA EQUIPE DENEGOCIADORES, EXPLOSIVISTAS, ATIRADORES DE PRECISÃO (SNIPER) E OPERADORES ESPECIAIS,TAMBÉM CONHECIDOS POR CAVEIRA. ESSES POLICIAIS MOBÍLIAM AS QUATRO ALTERNATIVAS TÁTICASNO PROCESSO DE GERENCIAMENTO DE CRISES COM OBJETIVO DE PRESERVAR VIDAS E APLICAR A LEI.

AUNIDADE TEVE COMO PRIMEIRO COMANDANTE O CAPITÃO PAULO HENRIQUE DA SILVA BARBOSA EATUALMENTE É COMANDADO PELO MAJOR EWERSON MELO PONTES.

CENTRO DE ENSINO E PELOTÃO

O CURSO DE HABILITAÇÃO DE OFICIAIS DE ADMINISTRAÇÃO-CHOA 2019, CURSO MAJOR EMMANUEL SILVESTRE AMARANTE, INICIADO EM 03 DE JUNHO DE 2019, SOB A COORDENAÇÃO DA CAPITÃ PM ERIKA JOSIANI OSSUCI. O CURSO IRÁ FORMAR 41 OFICIAIS DE ADMINISTRAÇÃO, SENDO 09 ALUNOS SÃO ORIUNDOS DA POLÍCIA MILITAR DO ACRE.

BPTRAN

DE UMA SIMPLES PATRULHA DE TRÂNSITO PERTENCENTE AO 1º BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR, EM MEADOS DOS ANOS 90, ORIGINOU-SE A ENTÃO COMPANHIA INDEPENDENTE DE POLICIAMENTO DE TRÂNSITO. O PROPÓSITO INICIAL ERA DE ESPECIALIZAR O EFETIVO A FIM DE TORNAR MAIS EFICAZ O POLICIAMENTO E A FISCALIZAÇÃO DE TRÂNSITO, POIS O CRESCIMENTO ACENTUADO DA FROTA DE VEÍCULOS NA CAPITAL DO ESTADO DE RONDÔNIA EXIGIA A ESPECIALIZAÇÃO DE MILICIANOS PARA ATUAR NO CONTROLE DO TRÁFEGO URBANO DA PUJANTE PORTO VELHO.

A RECÉM-CRIADA UNIDADE ESPECIALIZADA EM TRÂNSITO DA POLÍCIA MILITAR DE RONDÔNIA, ACOMODOU-SE NUM PRÉDIO DE RICA HISTÓRIA, POIS ANTES DE SEDIAR ESSA PROMISSORA UNIDADE DE TRÂNSITO, O QUARTEL SITUADO NA RUA BEJAMIM CONSTANT ABRIGOU TAMBÉM O COMANDO GERAL DA CORPORAÇÃO, O CENTRO DE FORMAÇÃO DE PRAÇAS, POR ONDE FORAM FORMADOS MUITOS DE NOSSOS PIONEIROS, O AQUARTELAMENTO AINDA FOI OCUPADO PELA COMPANHIA FEMININA ANTES DA INSTALAÇÃO DA COMPANHIA INDEPENDENTE DE POLÍCIA DE TRANSITO (CIA TRAN).

WhatsApp Image 2019-09-08 at 10.45.42

COM A MOVIMENTAÇÃO DE POLICIAIS MILITARES ORIUNDOS DO 1º E 5º BATALHÕES, ALÉM DE POLICIAIS DA EXTINTA COMPANHIA FEMININA, POLICIAIS ESSAS QUE MUITO CONTRIBUÍRAM COM A RECÉM-CRIADA UNIDADE, TRAZENDO A EXPERIÊNCIA ADQUIRIDA NA ATUAÇÃO NA ÁREA DE TRÂNSITO, QUE ATÉ ENTÃO ERA PREDOMINANTEMENTE EXECUTADA PELAS CHAMAS PFEM’S DA EXTINTA COMPANHIA FEMININA.

O MARCO DA CRIAÇÃO DA ÚNICA ESPECIALIZADA EM TRÂNSITO DO ESTADO DE RONDÔNIA É TIDO COM A EDIÇÃO DO DECRETO ESTADUAL 8.041, DE 24 DE OUTUBRO DE 1997, EXATAMENTE UM MÊS APÓS A PUBLICAÇÃO DA LEI 9.503, LEI QUE INSTITUIU O CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO, NORMATIVA JURÍDICA USADA PELA UNIDADE ESPECIALIZADA NA PROMOÇÃO DA PAZ E DA SEGURANÇA NO TRÂNSITO DE PORTO VELHO.

AO LONGO DE SUA HISTÓRIA ESSA ESPECIALIZADA CONQUISTOU CREDIBILIDADE JUNTO À SOCIEDADE LOCAL, ISSO FRUTO DO EMPENHO E COMPROMETIMENTO COM UM TRÂNSITO CADA VEZ MAIS HUMANO E SEGURO. COM UMA VISÃO DE FUTURO, A UNIDADE INVESTIU MACIÇAMENTE NO APRIMORAMENTO TÉCNICO PROFISSIONAL DE SEUS INTEGRANTES, FORMANDO A PRIMEIRA TURMA DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO DE TRÂNSITO URBANO – CETU, TENDO COMO DISCENTES PRAÇAS E OFICIAIS DA UNIDADE, ALÉM DE PROFISSIONAIS DA ÁREA, FOMENTANDO DESTA FORMA PRECURSORA A INTEGRAÇÃO TÃO NECESSÁRIA ENTRE AS INSTITUIÇÕES AFINS À ÁREA DE TRÂNSITO. NO ANO SEGUINTE, MAIS UMA TURMA FOI FORMADA, INICIANDO ASSIM UMA NOVA ERA NA FORMA DE REALIZAR O POLICIAMENTO E A FISCALIZAÇÃO DE TRÂNSITO A LUZ DO NOVO CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO.

AINDA NA COM O PROPÓSITO DE APERFEIÇOAR AS TÉCNICAS E PROPOR UMA ATUAÇÃO CADA VEZ MAIS EFICIENTE PARA A POPULAÇÃO, POLICIAIS MILITARES FORAM FORMADOS PIONEIRAMENTE NO ESTADO PARA EXECUTAR O POLICIAMENTO COM MOTOCICLETA. TÉCNICAS DE PILOTAGEM E MANEABILIDADE EM MOTOCICLETA PERMITIAM AOS CURSADOS, DESLOCAMENTOS MAIS ÁGEIS NO JÁ CARREGADO TRÂNSITO DA CAPITAL. O IMPACTO DESSA NOVA MODALIDADE FOI MUITO ELOGIADO PELA POPULAÇÃO LOCAL, AFINAL, QUEM NÃO SE RECORDA DAS FAMOSAS SAHARAS, MODELO DE MOTOCICLETAS UTILIZADAS NO POLICIAMENTO DE TRÂNSITO EM PORTO VELHO.

A CADA DIA A ENTÃO CIA TRAN BUSCAVA ALTERNATIVA DE EMPREGO DA TROPA NO CONTROLE E FISCALIZAÇÃO DE TRÂNSITO, FOI NESSA TOADA QUE IMPLEMENTOU-SE A SAUDOSA ROAM, RONDAS OSTENSIVAS COM APOIO DE MOTOCICLETAS, QUE FUTURAMENTE SE TRANSFORMARIA NO GESPOM, GRUPO ESPECIALIZADO EM POLICIAMENTO COM MOTOCICLETA QUE ATUOU COM ALTA COMPETÊNCIA REALIZANDO ESCOLTA E BATEDOR DAS MAIS ALTAS AUTORIDADES EM VISITA A CAPITAL DO ESTADO, INCLUÍDO PRESIDENTES, MINISTROS, ARTISTAS RENOMADOS E SÍMBOLOS MUNDIAIS COMO A TAÇA DA COPA DO MUNDO FIFA, A TOCHA DOS JOGOS PANAMERICANOS E A TOCHA OLÍMPICA.

O BOM RELACIONAMENTO CONSTRUÍDO COM OS ÓRGÃOS PARCEIROS DA ÁREA DE TRÂNSITO, ALIADO A UMA GESTÃO VISIONÁRIA, TORNARAM POSSÍVEL UM SONHO ANTIGO DOS INTEGRANTES DA UNIDADE, QUE ERA DE MODERNIZAR AS INSTALAÇÕES DO PRÉDIO HISTÓRICO DA UNIDADE, O QUE SE CONCRETIZOU NO ANO DE 2013, TORNANDO-SE ASSIM UM MARCO NA HISTÓRIA DA CIA TRAN, ISSO PORQUE UM AMBIENTE MAIS CONFORTÁVEL E SALUBRE PROPICIOU UM GANHO MOTIVACIONAL DO EFETIVO, REFLETINDO DIRETAMENTE NO DESEMPENHO FINAL, POIS DADOS ESTATÍSTICOS SE MOSTRARAM DECADENTES DESDE ENTÃO, CONFIRMANDO A TESE DE QUE A VALORIZAÇÃO NO PROFISSIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA ECOA DE FORMA DIRETAMENTE PROPORCIONAL À EFICIÊNCIA DE SUA ATUAÇÃO.

HOJE, A SAUDOSA CIA TRAN DEU LUGAR AO BPTRAN, CONTANDO COM TRÊS COMPANHIAS DE POLICIAMENTO, ATUANDO TAMBÉM NA ÁREA SOCIAL COM A “GUARNIÇÃO VISITA SOCIAL” E “PTRAN EDUCATIVA”, UMA MUDANÇA QUE ACOMPANHANDO A EVOLUÇÃO DA SOCIEDADE, QUE EXIGE DIUTURNAMENTE RECURSOS HUMANOS E MATERIAIS CADA VEZ MAIS APERFEIÇOADOS PARA CONSECUÇÃO DE SEU OBJETIVO QUE É DE EXECUTAR UM ATENDIMENTO AO PÚBLICO-ALVO, NO CASO ESPECÍFICO, OS USUÁRIOS DAS VIAS PÚBLICAS, CRIANDO CONDIÇÕES IDEAIS E SEGURAS NA MOBILIDADE URBANA, DISCIPLINANDO O FLUXO DE VEÍCULOS NAS VIAS PÚBLICAS, ORIENTAM SEUS USUÁRIOS E POR FIM COIBINDO TODA E QUALQUER AÇÃO QUE POSSA INFRINGIR A LEI Nº 9.503, DE 27 DE SETEMBRO DE 1997, QUE INSTITUIU O CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO, CONSTRUINDO UM TRÂNSITO CADA DIA MAIS HUMANO, SOLIDÁRIO E SEGURO.

WhatsApp Image 2019-09-08 at 10.45.34 copy

Equipe Dcoms - Tenente PM Soares; sargento PM Marina; cabo PM Raicinaluz; cabo PM Edileusa; soldados PM Edixon e Jordan; jornalista Paulo Ricardo Leal