Desde o último dia 26/12, quando três elementos fortemente armados roubaram uma agência do Banco do Brasil e feriram quatro reféns, no município de Nova Brasilândia, e na fuga embrenharam-se na mata do Travessão que liga as Linhas 114 e 21, aproximadamente de 100 policiais militares e policiais civis e o helicóptero da PM, Falcão 1, permanecem na região e fecharam todas as possíveis  rotas de fuga.
As barreiras estão surtindo um efeito positivo para a sociedade, pois todos os dias, a polícia acaba prendendo outros marginais que utilizam aquela rota para tráfico de drogas e para fugir com roubadas.
No segundo dia de buscas, em uma barreira, uma guarnição da PM recuperou uma motocicleta Bros, furtada na cidade de Alvorada do Oeste. Em outra situação, no mesmo dia, dois presos que estavam em liberdade pelo Indulto Natalino, também foram presos após sequestrar um ônibus e roubar uma motocicleta Tornado.
Já no final da noite de terça-feira, em outra barreira, dois homens,-  sendo  um  irmão de um dos assaltantes -, foram presos tentando levar comida e roupas para os foragidos.
Rota da cocaína
Logo nas primeiras horas da manhã de hoje (29), em uma  barreira da Linha 21 com a Capa Zero, os PM's avistaram uma motocicleta Honda Tornado se aproximando e atrás, vinha um veículo Uno em alta velocidade. Ao avistar as viaturas, os suspeitos tentaram empreender fuga, mas acabaram sendo abordados pelas equipes.
Dentro do veículo havia três pessoas e uma mochila contendo 7 Kg de Cocaína Pura. A polícia suspeita que o piloto da motocicleta estava dando suporte para os traficantes e também foi conduzido à Delegacia de Nova Brasilândia para esclarecimentos.
Todos os presos são oriundos da cidade de Espigão do Oeste e foram identificados como Francinei Santos de Souza Dias , José Hermínio Pereira Neto, Jose Eurico Donizete  Ribeiro Lopese Bruno Gonçalves Pereira.

Comentarios (0)

Escreva seu Comentario

menor | maior

busy

Mais Notícias...